Biochar Carvão ativado para ajudar na fertilidade do solo.

Aprendendo com a Terra Preta de Indio, como usar o carvão biochar como fertilizante.

Um dos segredos das áreas férteis encontradas na Amazônia, conhecidas como ➡️Terra Preta de Indio o que é e o que podemos aprender com isso-post, são as altas concentrações de carvão.

O Carvão tem um papel importantíssimo na resiliência do solo. Ou seja, em sua capacidade de reter nutrientes por longos períodos de tempo.

O Biochar, termo em inglês (Bio Charcol) que está em processo de adesão por aqui, nada mais é que carvão vegetal ativado. Sendo amplamente utilizado em projetos orgânicos e de Permacultura pelo mundo.

Como ele funciona?

O segredo do carvão é que ele funciona como uma esponja nos solos, sendo capaz de reter nutrientes e água e fazer essa liberação lentamente de acordo com a necessidade das plantas.

Além disso a grande vantagem do Biochar é sua capacidade de armazenamento de carbono no solo. O processo de carbonização do carvão permite que o Carbono atmosférico seja armazenado no solo através desse uso. Sendo de extrema importância para a redução do principal gás de efeito estufa.

O carvão só contribui no solo! Ajudando na estruturação, armazenando nutrientes e contribuindo muito para o desenvolvimento da vida no solo.

Diversos estudos comparam o desenvolvimento das plantas e dos microrganismos do solo com e sem biochar e as diferenças são bem visíveis.

Outra vantagem é que aqui no Brasil produzimos muito Carvão vegetal.  Para o solo, o fino do carvão aquele pozinho que sobra e os pedaços pequenos que são descartados nas carvoarias são perfeitos. Resolvendo assim dois problemas o descarte desse dejeto nas carvoarias e contribuindo para fertilidade na agricultura.

Como o carvão armazena os nutrientes ao colocar só o Carvão/Biochar você irá sugar os nutrientes do solo. Para colocar só o carvão então é importante que a terra tenha outras fontes de fertilidade.

Como usar?

Uma receita da Permacultura é colocar o Carvão ou o Fino do Carvão imerso em água e adubos por duas semanas. Assim o carvão irá absorver os nutrientes desse adubo, que pode ser esterco ou outros adubos orgânicos. Depois desse período o carvão já estará ativado. Sendo perfeito para ir direto para o solo mesmo em um local com poucos nutrientes. Pois desde sua colocação ele já irá começar a liberar os nutrientes e não só suga-los. Lá no Quintal fiz minha primeira receita de Biochar. Como não consegui achar nenhuma Carvoaria aqui por perto comprei um saco de Carvão de churrasco mesmo…. Agora é esperar para ver os resultados!

Esse documento da Embrapa:

➡️Biochar BIOCHAR: UMA NOVA FERRAMENTA NO MANEJO DE SOLOS por Claudia Maria B F Maia

Ajuda a entender melhor o processo químico de armazenamento do Carbono no solo. Trazendo outros dados científicos bem interessantes sobre o uso do Biochar.

Inclusive em Portugal o biochar já está sendo comercializado como subproduto da indústria carvoeira. Como vemos nesse vídeo, que também fala um pouco sobre as propriedades do biochar.

Nesse vídeo a Pesquisadora da Embrapa Maria de Freitas, também fala um pouco sobre o Biochar.

A ai bora seguir nossos ancestrais indígenas e por carvão na terra?

 

 

 

 

 

 

 

 

Pedro Savério Penna

Formado em Ecoturismo e com especialização em Marketing e Negócios, gerencia uma empresa de Pesquisa de Mercado. Vive divido entre São Paulo e Piedade no interior, onde desenvolve seu projeto Agroecológico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *