Dia de PANC! Feijão Guandu e Nabo Forrageiro na agrofloresta

Esse fim de semana choveu!!

E choveu muito! Ainda bem, estava mais que na hora…Por uma semana a chuva não ajudou a barrar grandes queimadas. Com a secura que estava e o calor da última semana as queimadas varreram a região.

Acompanhei o fogareu em um plantio de Eucalipto, e a cena foi inebriante, linda! visualmente linda, mas totalmente devastadora e de partir o coração, o estrago do fogo acabou se estendendo por diversas areas e atingir inclusive areas de capoeiras em regeneração.

fogo no eucalipto

Mas o ciclo está vivo e depois da seca vem a chuva… e no caso dessa semana o frio também…


Nabo Forrageiro e Feijão Guandu na Agrofloresta 

Na minha area de Agrofloresta plantei Feijão Guandu e Nabo Forrageiro, e ambos estavam no ponto da colheita das Vagens.

Tanto o Feijão Guandu quanto o Nabo Forrageiro plantei na area de Agrofloresta para acumulo de matéria orgânica e adubação verde. Ambos são considerados ótimos para descompactar o solo pois possuem raízes profundas e agressivas que ajudam na vida do solo e na infiltração de água, além de ajudar a fixar nitrogênio.

O Nabo plantei como uma cultura de Inverno consorciado com Aveia Preta, fiz uma mistura das sementes e plantei bem adensado em 4 linhas no canteiro. No fim de maio, 3 meses depois está cheio de flores e vagens.

Foi interessante ver que no mesmo local tenho uma diferença significativa na qualidade do solo, e no mesmo canteiro tiveram lugares que a Aveia nasceu bem, e não nasceu Nabo e em outros o Nabo dominou a Aveia, mesmo tendo uma mistura homogênea de sementes. Acredito que no meu caso onde o solo está pior a Aveia nasceu melhor que o Nabo mesmo sem se desenvolver muito bem.

E assim a natureza vai me mostrando o que eu tenho que fazer… Adubar melhor algumas partes do canteiro.

canteiro de nabo

O Feijão Guandu plantei na safra na época da chuva mesmo. E 6 meses depois está super vigoroso já floriu e está cheio de vagens. Ambos atraíram muitos polinizadores.

O Feijão Guandu para mim foi um belo achado pois em outra area do terreno onde o solo está bem pobre, fiz algumas experiências com mandioca, milho e girassol e não obtive sucesso as culturas sofreram muito para se desenvolver, e o Feijão Guandu foi embora… nasceu e está vigoroso, mesmo sem irrigação e sem adubação.

Nessa nova temporada de chuvas pretendo entrar com o Guandu nessa area para ocupar o solo e não deixar a braquiara dominar, enquanto ainda não entro com um plantio do meu interesse ele vai desenvolvendo matéria orgânica para quando o solo estiver um pouco melhor eu entrar com outra cultura mais exigente.

FullSizeRender (3)

O meu principal interesse era a adubação verde e a matéria orgânica, mas depois fui descobrindo como essa dupla é versátil. O Nabo aproveitei para plantar um pouco para as galinhas e elas adoraram!

E claro ambos são comestíveis e era hora de experimentar.


PANCS!

O que são PANCS- Pancs são Plantas Alimentícias Não Convencionais. Desde que eu aprendi esse nome eu adorei!

É tão PUNK! No mundo estima-se  que existam 75.000 espécies vegetais comestíveis,  e  a média de consumo humano é de apenas 170 espécies. Ou seja estamos perdendo muitas oportunidades.

Nesse papo de PANCS eu sou apenas um recém-nascido e recomendo quem quiser se inteirar no assunto visitar esses blogs(link na imagem):

matos de comer

come-se

Tanto o come-se e o matos de comer são referência no assunto e eu quando quero pesquisar sobre esse mundo e lá que eu vou!

Voltando ao fim de semana, fui colher Guandu e Vagem de Nabo e achei duas receitas que foram as minhas guias para a receita do fim de semana.

2016-08-21 10.59.38 HDR
Garrafa de 5 litros amarrada com cadarço para a colheita farta de Guandu

O Guandu nem sei se posso considerar uma PANC pois é bem comum no nordeste… Mas aqui em SP com certeza é PANC.

A primeira receita foi o Guandumame– apelidei gentilmente assim pois é muito parecido com o Edamame. Aquela vagem de soja cozida, servida em alguns restaurantes japoneses.

Não tem segredo é só cozinhar a Vagem do Guandu Verde em água com sal por uns 5 minutos e pronto! É só descascar e comer.

A receita veio daqui:

http://www.matosdecomer.com.br/2015/08/feijao-guandu-verde-nao-compre-mais.html

Sinceramente, essa não fez muito sucesso aqui em casa. O começo é gostosinho mas o fim é amargo e ninguém virou fã…

Mas não desisti do Guandu…

Bora descascar e ai a ajuda do meu Avô foi muito bem vinda…

2016-08-21 12.23.05

O Guandu é grudentinho e dá um bom trabalhinho para descascar…

Esse virou Farofa. Na internet tem várias receitas de Farofa de Guandu.

Dei uma olhada em algumas mas não segui nenhuma.

O que eu fiz foi dar uma ferventada no Guandu Verde descascado, escorrer… Depois refoguei na frigideira com alho e cebola e um pouco de manteiga e óleo de canola.

Depois juntei farinha de mandioca e um pouco de uma farofa temperada que eu tinha!

Essa foi sucesso, o tempero e a refogada cortou o amargo e ficou bem gostosinho… Aprovado!

O gran finale foi a Vagem de Nabo Forrageiro.

Essa devo 100% a Neide Rigo do Come-se:

http://come-se.blogspot.com.br/2014/07/vagem-de-nabo-forrageiro-resposta-da.html

Foi lá que tive a certeza que dava para comer o Nabo Forrageiro.

Esse foi sucesso!

Colhendo eu já tinha comido cru e gostei bastante… Ele é meio azedinho super saboroso! Minha irmã achou que tem gosto de mato, mas um mato bem gostosinho, eu diria!

Pro Nabo a receitinha foi mais elaborada…

Arroz com Nabo metido a Oriental  

Piquei o Nabo.

2016-08-21 11.29.00

Depois refoguei com um pouco de alho, cebola e shoyo. Depois aproveitei e adicionei um pouco de gengibre em conserva(que também tinha vindo da horta…) e misturei com arroz integral que já estava pronto. Sucesso!

Bem gostoso.

E você já se experimentou alguma PANC?

 

 

Pedro Savério Penna

Formado em Ecoturismo e com especialização em Marketing e Negócios, gerencia uma empresa de Pesquisa de Mercado. Vive divido entre São Paulo e Piedade no interior, onde desenvolve seu projeto Agroecológico.

2 comentários em “Dia de PANC! Feijão Guandu e Nabo Forrageiro na agrofloresta

  • março 12, 2017 em 11:06 pm
    Permalink

    Q legal! Adorei esta colheita. Onde vc arrumou o nabo forrageiro?

    Grata

    Resposta
    • março 13, 2017 em 5:28 pm
      Permalink

      Oi Claudia! Legal que você gostou!
      Esses tipos de forrageiras costumo comprar no site BR Seeds, é bem prático, em geral tem preço bom e eles entregam em casa pelos correios.
      Abs
      Bons plantios!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *